Jovens santistas lambem sapos em busca de efeito alucinógeno | Mundolouco.net

Jovens santistas lambem sapos em busca de efeito alucinógeno

Postado por Rudney em 26 de abril de 2013




Jovens da Baixada Santista estão usando uma nova forma de se drogar, o “Néctar de sapo” como é conhecido, é um entorpecente alucinógeno extraído de uma espécie de sapo da região.

O anfíbio da família dos Bufo alvarius, possui a bufotenina como princípio ativo de seu mecanismo de defesa. A bufotenina é o tipo de veneno natural do sapo-cururu, espécie muito comum nas regiões de mata Atlântica.



Ao ser absorvida pelo metabolismo humano, essa substância causa um efeito semelhante ao do LSD e outras drogas alucinógenas sintéticas.

Um jovem santista de 19 anos, explica que a droga é extraída do próprio animal. Eles apertam glândulas localizadas atrás dos ouvidos do sapo, fazendo com que a substância leitosa que serve como defesa do animal escorra, então as pessoas lambem ela diretamente no sapo. Essa prática está sendo chamada de “O beijo do sapo”.

O adolescente que não quis se identificar, revelou também que, lamber o líquido produzido pelos sapos nem sempre causa um efeito alucinógeno satisfatório, por isso, algumas pessoas preferem coletar o fluído com uma seringa, diluí-lo em água e e injetar via intravenosa.

“Apesar de não ser considerada ilegal, usar a bufotenina é arriscado, porque as pessoas não sabem quanto da toxina concentrada estão ingerindo até que seja tarde demais. Isso significa que podem não apenas sofrer alucinações fortes, como também paradas cardíacas e até a morte”, revelou Bernardo Cavaso, biólogo especialista em anfíbios.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Contador de Visitas

curiosidades do mundo, noticias Curiosas, fotos curiosas, videos incriveis, sobrenatural, videos engraçados, super interessante, pegadinhas, mistérios