Você pode mudar o destino? Pelo menos as marcas de suas mãos parece que sim. Se você possui R$ 1.000 e 15 minutos disponíveis, um polêmico médico japonês pode fazer isso sem qualquer problema.

O cirurgião plástico Takaaki Matsuoka opera para adicionar linhas nas palmas das mãos e, portanto, em suas próprias palavras, “mudar o destino de algumas pessoas”.

Desde 2011, Matsuoka fez cerca de 30 cirurgias desse tipo. Depois de ver notícias que na Coréia do Sul algumas pessoas procuraram centros de beleza estética solicitando alterar o comprimento de suas linhas da vida, ele começou a realizar o procedimento no Japão.

O procedimento parece simples: com um laser, Matsuoka tentar desenhar linhas semelhantes, que atendam as solicitações dos clientes. Depois, basta você apenas esperar duas semanas para ver os resultados.

Conforme relatado pelo The Daily Beast, os clientes são maioria do sexo feminino e procuram mudar o curso de sua vida para o amor e o casamento.

“Se você não tem uma linha de casamento, você não pode se casar, por isso meu trabalho é fazer uma”, disse o cirurgião.

Os homens se submetem ao tratamento para mudar algo menos romântico: eles querem dinheiro e fortuna nos negócios.

O único problema foi que Matsuoka não sabia nada sobre quiromancia, então ele teve que estudar método e para saber desenhar uma linha de vida ou do amor.

“Eu tive que aprender o que é uma linha de casamento, onde estão localizadas a da fortuna e do Coração. Foi um longo processo”, disse ele.

De acordo com Matsuoka, este tipo de cirurgia pode ter um efeito placebo. “Se as pessoas querem se casar e fazem esse tipo de coisa é provável que tenha sucesso. O mesmo pode ocorrer com dinheiro. Não há garantia, mas o efeito sobre a sua convicções podem melhorar no futuro.”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Contador de Visitas

curiosidades do mundo, noticias Curiosas, fotos curiosas, videos incriveis, sobrenatural, videos engraçados, super interessante, pegadinhas, mistérios