Que órgãos você pode vender e ainda continuar vivo?

Postado por Rudney em 3 de setembro de 2013



Antes do início do texto, temos de ressaltar que a venda de órgãos é ilegal e muito, muito perigosa. Em teoria, há muitos órgãos que podemos viver sem eles. A maioria das pessoas pode viver sem um rim, parte do fígado, do pulmão, parte do útero e sem uma córnea.

No entanto, vender essas partes do corpo é uma questão muito complexa, pois as operações de retirada são bem complicadas e, muitas vezes não geram muito lucro.

Por exemplo, as vendas de córneas não são excessivamente rentáveis. Não há demanda para os olhos. A maioria dessas necessidades são satisfeitas com o transplante de doadores falecidos.

Por outro lado, retirar um rim é um procedimento relativamente simples, e a procura é maior. A Organização Mundial de Saúde (OMS) fornece algumas informações sobre o quanto vale órgãos no mercado negro.

Na Índia, um rim custa de cerca de 20.000 dólares, na China, o comprador teria que pagar mais de US$ 40.000, e um rim saudável em Israel podem custar US$ 160 mil. Porém, uma pessoa que vende um órgão não recebe tanto dinheiro.

A cientista Sally Satel é especializada no tema do tráfico de órgãos, e diz que o dinheiro que as pessoas recebem por um rim lamentável. A maioria das despesas como viagem, acomodação, cirurgias entre outras, saem do dinheiro da venda. Sendo assim, o vendedor recebe no final cerca de US$ 1 mil a US$ 10 mil, valor muito abaixo do esperado.

Apesar dos riscos, há muita gente que arrisca a vida nesses procedimentos. Um dos maiores mercados é os Estados Unidos, onde uma lei que permitirá a venda de órgãos está em avaliação, na busca de tentar diminuir o comércio clandestino. Em todo caso, não venda.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Contador de Visitas

curiosidades do mundo, noticias Curiosas, fotos curiosas, videos incriveis, sobrenatural, videos engraçados, super interessante, pegadinhas, mistérios