Se você já viu filmes como “Armageddon”, você sabe o potencial de ameaça que os asteroides podem ser para a Terra. Para conhecer essa ameaça, a NASA construiu um mapa como nenhum outro: a trajetória de cada asteroide que poderia pôr em perigo o nosso planeta.

A NASA divulgou o novo mapa de “asteroides potencialmente perigosos” (potentially hazardous asteroids), no dia 2 de agosto, em um post no seu site. O mapa mostra os caminhos orbitais de mais de 1.400 asteroides conhecidos por passarem muito perto da Terra. Porém, de acordo com funcionários da agência espacial, nenhum dos asteroides mapeados representam uma ameaça de impacto com a Terra nos próximos 100 anos.

“Estes são asteroides considerados perigosos, porque eles são bastante grandes (pelo menos 140 metros de comprimento), e porque seguem órbitas que passam perto da órbita terrestre (dentro de 7.500 mil km), explicam os oficiais da NASA.

O mapa mostra um enxame estonteante de sobreposição de elipses azuis (as órbitas de asteroides) em torno do sol. As órbitas da Terra, Vênus, Mercúrio, Marte e Júpiter também são visíveis para colocar as órbitas dos asteroides em perspectiva em uma escala de todo o sistema solar.

Se você está preocupado com um asteroide ou cometa que poderá destruir a vida, não entre em pânico ainda. Só porque os asteroides no novo mapa da NASA são classificados como “potencialmente perigosos”, isso não significa que eles são uma ameaça iminente à Terra, segundo a agência espacial.

De acordo com a NASA, ao ser classificado como um potencialmente perigoso não quer dizer que um asteroide vai impactar a Terra: “Nenhum desses asteroides são uma ameaça preocupante ao longo dos próximos 100 anos. Ao continuar a observar e controlar esses asteroides, suas órbitas podem ser mais apuradas e previsões mais precisas serão feitas das suas futuras aproximações e as probabilidades de impacto poderão ser conhecidas antes que um desastre aconteça.”

Os cientistas da NASA e astrônomos de todo o mundo estão constantemente à procura de asteroides que podem representar uma ameaça impacto para a Terra. Segundo a NASA que cerca de 95% dos maiores asteroides e rochas espaciais, com pelo menos 1 km de largura que possam pôr em perigo a Terra, foram identificados por meio dessas pesquisas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Contador de Visitas

curiosidades do mundo, noticias Curiosas, fotos curiosas, videos incriveis, sobrenatural, videos engraçados, super interessante, pegadinhas, mistérios